Milho: Com clima desfavorável, valor interno sobe com força

Publicado em 28/10/2014 09:21 317 exibições

O clima seco na maior parte do Brasil tem influenciado o movimento de alta nos preços do milho. Com exceção do Sul do País, o tempo desfavorável pode atrasar a temporada de verão e o cultivo de soja, o que, por sua vez, prejudicaria as atividades envolvendo o milho de segunda safra. O clima também deve resultar em menor produtividade e, consequentemente, em recuo na produção. Nos portos, os preços têm subido influenciados pela alta externa e pela valorização do dólar, movimento que tem sido repassado ao interior do País. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa, referente à região de Campinas (SP), subiu fortes 6,46% entre 20 e 27 de outubro, fechando a R$ 25,37/saca de 60 kg na segunda. Se considerados os negócios também em Campinas, mas cujos prazos de pagamento são descontados pela taxa de desconto NPR, o preço médio à vista foi de R$ 24,89/sc de 60 kg na segunda-feira, 27, reação de 6,2%. Na parcial do mês (até o dia 27), as altas são de 15,2% e de 14,9%, respectivamente.

Tags:
Fonte:
Cepea

0 comentário