Milho de inverno sofre novas influências

Publicado em 04/12/2014 06:58 627 exibições

Além do atraso de cerca de duas semanas no plantio da soja, que adia a semeadura do milho de inverno para março e eleva os riscos climáticos da próxima safra de inverno, novos fatores como a alta dos custos reforçam a tendência de queda na produção do cereal.

Os fertilizantes estão subindo no Brasil e inibem investimentos, com reflexos na produtividade, apontou Ângelo Ozelame, gestor técnico do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), em reunião com a Expedição Safra nesta quarta-feira pela manhã.

No último ano, a ureia subiu 12% em Mato Grosso, conforme o Imea. Os técnicos do órgão preveem queda de 12% na área do milho de inverno, para 2,83 milhões de hectares. A colheita tende a ser 17,62% menor (14,6 milhões de toneladas) devido a uma queda de 6% na produtividade (86 sacas por hectare).

Veja a notícia na íntegra no site da Gazeta do Povo

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário