Milho: Em Chicago, mercado mantém tom positivo nesta 5ª feira com o suporte das vendas semanais

Publicado em 26/05/2016 13:23 e atualizado em 26/05/2016 17:40
99 exibições

Na Bolsa de Chicago (CBOT), as cotações futuras do milho mantêm o tom positivo. As principais posições do cereal exibiam ganhos entre 0,50 e 2,25 pontos, por volta das 13h05 (horário de Brasília). O contrato julho/16 era cotado a US$ 4,07 por bushel e o março/17 a US$ 4,15 por bushel.

As informações das agências internacionais dão conta de que as cotações encontram sustentação na venda reportada pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) de 253 mil toneladas do grão. Do total, 130 mil toneladas foram adquiridas por Taiwan, sendo que, 65 mil toneladas deverão ser entregues na temporada 2015/16 e, o restante, de 65 mil toneladas na campanha de comercialização 2016/17.

O órgão ainda divulgou a venda de 123 mil toneladas do grão para destinos desconhecidos. O volume será entregue no ciclo 2015/16. Além disso, os números das vendas semanais, mais uma vez, vieram fortes. Na semana encerrada no dia 19 de maio, as vendas de milho somaram 1.627,3 milhão de toneladas.

Do total, 1.381,1 milhão de toneladas são referentes à safra 2015/16 e o restante, de 246,2 mil toneladas da temporada 2016/17. O volume divulgado pelo departamento ficou dentro das expectativas dos participantes do mercado, que giravam entre 1.250 milhão a 1.750 milhão de toneladas, conforme reportou o site internacional Pro Farmer. No acumulado da temporada, as vendas de milho somam 41.043,6 milhões de toneladas. Ainda assim, as vendas estão 3% abaixo do registrado no mesmo período do ano anterior.

Em relação ao clima nos EUA, os participantes do mercado também acompanham as previsões de chuvas, porém, a perspectiva é que as precipitações ocorram em áreas onde a semeadura do cereal já tenha sido finalizada. Até o último domingo, os produtores já tinham cultivado 86% da área projetada para essa temporada.

Tags:
Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário