Milho: Após ampla oscilação, cotações do milho na CBOT fecham sessão desta 3ª com leve baixa

Publicado em 13/02/2018 17:59 e atualizado em 14/02/2018 08:37
145 exibições

LOGO nalogo

Em uma sessão de ampla oscilação, as cotações futuras do milho na Bolsa de Chicago (CME Group) encerraram a sessão desta terça-feira (13) com leve baixa e reverteram parte dos ganhos da véspera. O mercado chegou a avançar com suporte da soja e informações sobre o clima na Argentina, mas ajustes e vendas especulativas acabaram pesando.

O vencimento março/18 fechou a sessão de hoje cotado a US$ 3,66 por bushel com queda de 0,50 ponto, o maio/18 registrou 3,74 por bushel com recuo de 0,50 ponto. Já o contrato julho/18 encerrou o dia com 3,82 por bushel e desvalorização de 0,50 ponto e o setembro/18 recuou 1 ponto, fechando a 3,88 por bushel.

Assim como na véspera, segundo reporta a Reuters internacional, os preços do milho nesta terça-feira chegaram a ter suporte da soja e informações da Argentina. No entanto, a queda acabou prevalencendo no fim dos dos trabalhos com ajustes técnicos e novas vendas técnicas quando os preços ficavam próximos da resistência.

Apesar da baixa, operadores non terminal externo seguem bastante preocupados com a safra da América do Sul. "A Argentina deve ter mais condições de seca nesta semana", disse Brian Hoops, presidente da Midwest Market Solutions à Reuters. "Isso vai diminuir sua previsão de exportação".

O Notícias Agrícolas, representado por Daniel Olivi, está participando, neste Carnaval, de um Crop Tour pela Argentina, juntamente de Ginaldo de Sousa, da Labhoro Corretora. Também participam Marcelo da Cruz e Claudinei Simões, consultores técnicos da Big Safra.

Saiba mais:
» Crop Tour Argentina 2018: Seca preocupa, mas danos são mais sérios no milho até esse momento

Mercado interno

Nesta terça-feira, é feriado de Carnaval no Brasil e a maioria das praças de comercialização do país não funcionaram. Amanhã (14), será ponto facultativo em algumas cidades brasileiras e, mais uma vez, o mercado interno deve ter negócios lentos ou ficar paralisado.

» Clique e veja as cotações completas do milho

Tags:
Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário