Milho segue com altas em Chicago após USDA divulgar atraso no plantio americano

Publicado em 21/05/2019 09:31 e atualizado em 21/05/2019 12:06
485 exibições

LOGO nalogo

A terça-feira (21) começa com valorizações para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registraram altas entre 4,50 e 6,25 pontos por volta das 09h05 (horário de Brasília).

O vencimento julho/19 era cotado à US$ 3,95, o setembro/19 valia US$ 4,02 e o dezembro/19 era negociado por US$ 4,09.

Segundo análise de Bryce Knorr da Farm Futures, os contratos futuros de milho foram mais altos durante a noite, registrando novas valorizações na primavera, depois que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou um progresso recorde de plantio lento na segunda-feira.

No fim da tarde da última segunda-feira o USDA divulgou que a área plantada de milho nos EUA passou, em uma semana, de 30% para 49%, contra 78% do ano passado e 80% de média das últimas cinco safras. O mercado esperava algo entre 42% e 61% e as médias eram de 50%; 51% e 54% entre os analistas e consultores americanos.

Veja mais detalhes sobre o último relatório do USDA:

>> USDA: Índices de plantio de soja e milho nos EUA seguem refletindo atraso da safra nova

Confira como fechou o mercado na última segunda-feira:

>> Indefinições climáticas nos EUA forçam maior alta em quase um ano para cotações do milho em Chicago

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário