Milho: demanda aquecida sustenta altas para as cotações nesta segunda-feira

Publicado em 27/05/2019 11:58 e atualizado em 27/05/2019 16:58
1237 exibições

LOGO nalogo

Nesta segunda-feira (27) a bolsa brasileira opera com os preços do milho apresentando tendência de alta. As principais cotações registravam valorizações entre 2,27 % e 3,64% por volta das 11h56 (horário de Brasília).

O vencimento julho/19 era cotado a R$ 36,00, o setembro/19 valia R$ 36,99 e o novembro/19 era negociado por R$ 38,40.

A Agrifatto Consultoria aponta que, no ambiente doméstico, as cotações para o insumo têm variações regionalizadas, a indisponibilidade no mercado doméstico ainda mantém os preços sustentados em alguns estados, como é o caso de São Paulo e Santa Catarina.

Em seu boletim semanal, o CEPEA (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) registrou que seu indicador subiu 5,7% desde o início deste mês, passando de R$ 33,78 para a última parcial em R$ 35,71/saca. Mas ainda na primeira metade de junho, volumes maiores do milho colhido na 2º safra deve começar a chegar ao mercado, e espera-se que a oferta maior conduza as cotações para patamares menores.

Já a Radar Investimentos destaca que os negócios estiveram lentos no mercado físico paulista de milho. “As ofertas de compra e de venda tiveram valorização diante do estresse relacionado ao plantio norte-americano. Por outro lado, o câmbio está mais comportado e as referências em Campinas-SP giram ao redor de R$36,00/sc, CIF, 30d”, dizem os analistas.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário