Milho: Mercado aguarda números do USDA e encerra pregão desta 4ª feira com ganhos na CBOT

Publicado em 10/07/2019 17:14 e atualizado em 11/07/2019 09:30
740 exibições
As cotações futuras tiveram pequenos ganhos em algumas compras técnicas

LOGO nalogo

Nesta quarta-feira (10), os futuros do milho finalizaram a sessão do lado positivo da tabela na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais posições da commodity encerram o pregão com valorizações entre 2,25 e 2,50 pontos. O vencimento julho/19 era cotado a US$ 4,34 por bushel, enquanto o setembro/19 trabalhava a US$ 4,35 por bushel.

Segundo análise de Bryce Knorr da Farm Futures, os preços do milho tiveram pequenos ganhos em algumas compras técnicas antes do relatório de Estimativa Mundial de Oferta e Demanda Agrícola (WASDE) de amanhã. 

Os números do novo boletim mensal de oferta e demanda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) será divulgado nesta quinta-feira (11) e o mercado espera por uma redução na produção tanto de soja quanto de milho para a safra 2019/20 dos Estados Unidos. 

Com relação aos estoques finais, o mercado em suas projeções espera também por uma redução nos estoques finais da nova safra dos EUA entre os números das duas culturas.  A média esperada para os estoques finais de milho é de 41,71 milhões de toneladas, contra 42,55 milhões estimadas em junho.

Leia mais: 

>> USDA: Expectativas indicam redução entre 7 e 8 mi de t na safra de soja dos EUA

Mercado Interno

As cotações do mercado físico brasileiro registraram quedas em algumas praças pesquisadas. Segundo o  levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, na região de Rio Verde/GO e Jataí/GO registram um recuo de 3,45% e terminou o dia cotado a R$ 28,00 a saca. 

Em Rondonópolis/MT, a queda foi de 5,36%, com a saca de milho a R$ 26,50. Na região de Itiquira/MT, o perda também foi de 1,92%, com a saca a R$ 25,50. Em Alto Garças/MT, a desvalorização foi de 1,89% com a saca a R$ 26,00.

Em seu boletim diário, a consultoria Agrifatto divulgou que  o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) estima uma produção de 31,079 milhões de toneladas do cereal, valor 2,1% acima das projeções do mês. Além disso, projeta área recorde plantada de milho no estado do Mato Grosso, de 4,74 milhões de hectares.

Dólar

A moeda norte-americana encerrou a sessão desta quarta-feira com queda de 1,30%, negociado a R$ 3,7585 na venda. "O dólar caiu ao menor patamar desde o fim de fevereiro, na maior queda diária em quase um mês e meio, com o real entre os destaques positivos nos mercados globais de câmbio conforme o mercado aumentou apostas na aprovação da reforma da Previdência na Câmara", Reforçou a Reuters. 

 

Tags:
Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário