Milho: Irregularidades das chuvas reduzem 14% a projeção de produtividade, mas produção ainda será 2,7% maior que safra passada

Publicado em 03/05/2010 14:17 746 exibições

QUEBRA NA SAFRA: A irregularidade das chuvas é uma realidade preocupante em todo o Estado, em algumas praças acompanhadas pelo Imea a seca se prolonga por mais de 20 dias e em algumas chega a completar um mês de estiagem. Em Campo Novo do Parecis, de acordo com a Somar Meteorologia, o acumulado de chuvas para o mês de abril é de 84 mm, 52 % inferior à média meteorológica. A situação é ainda mais crítica em Sorriso, onde o desvio chega a 95% com o acumulado de apenas 7,3 mm. Esse cenário já afetou o potencial produtivo do que está em
desenvolvimento, com isso fez‐se necessário rever as projeções de produtividade. As estimativas de produtividade sofreram decréscimo de pouco mais de 8% em relação à estimativa do mês anterior, que antes era estimada em 4.773 kg/ha (79,5 sacas/ha) e passa agora para 4.365 kg/ha (72,7 sacas/ha). A situação preocupa ainda mais porque mesmo com queda de 14% na produtividade em relação à safra passada, a produção do cereal no Estado deverá superar a
safra anterior em 2,7%, devendo ser colhidas 8,7 milhões de toneladas. Com isso as perdas no campo não causarão diminuição da oferta. Não suficiente, resta ainda constatar que os custos de produção distribuídos por saca serão maiores, o que diminui ainda mais a renda do produtor.

Clique aqui e veja a análise na íntegra.

Tags:
Fonte:
IMEA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário