Conab atende pedido da Aprosoja e dobra número de regiões em MT para leilão

Publicado em 20/05/2010 10:12 e atualizado em 20/05/2010 16:55 319 exibições
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realiza na próxima quinta-feira (27.05) o primeiro leilão de milho do ano para Mato Grosso, quando ofertará 600 mil toneladas via Prêmio para o Escoamento da Produção (PEP) para seis regiões de Mato Grosso. O aviso da oferta pública foi publicado nesta quarta-feira (19.05) pela companhia. A divisão do estado em mais regiões atende a pleito da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja/MT), que também pediu a limitação de compra por Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou por Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). Para todo o país será ofertada 1 milhão de toneladas.

A divisão por regiões no estado dobrou, já que no ano passado a divisão era feita em regiões Norte, Médio-Norte e Sul. Por questões de logística e geográfica, a associação propôs valores e volumes diferenciados com base no frete pago e considerando a distância entre os locais de produção e os destinos.

No leilão da próxima semana, a limitação da compra pelas empresas será de 1.000 toneladas por CNPJ ou por CPF. Por exemplo, se uma empresa participar do leilão de PEP para adquirir 10 mil toneladas terá que comprar o milho de pelo menos 10 produtores para que ocorra pulverização do recurso.

O presidente da Aprosoja/MT, Glauber Silveira da Silva, explica que o objetivo é democratizar a participação dos agricultores no leilão. “Essa é uma forma de atingir um número maior de produtores. É importante destacar que o governo entendeu as necessidades de ampliar a regionalização e iniciar os leilões antes do início da colheita, quando o aumento da oferta acaba forçando o preço para baixo”.

Contudo, os prêmios divulgados estão aquém da necessidade em quase todas as regiões. As somas dos preços atuais mais os prêmios não atingem o preço mínimo (R$ 13,98) em cinco regiões com exceção da região Nordeste. “Vamos conversar com o Ministério da Agricultura e com a Conab para tentar chegar a esse valor nos próximos leilões”, pondera Glauber. O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, anunciou que serão realizados entre 10 e 12 leilões.

Divisão por região

Para o Norte, o volume ofertado será de 165 mil toneladas (27,5%) para o Centro-Norte serão 115 mil toneladas (19,2%) para o Centro-Sul, oferta de 70 mil toneladas (11,7%) para o Oeste serão 100 mil toneladas (16,7%) para a região Nordeste serão 25 mil toneladas (4,2%) e para o Sudeste serão 125 mil toneladas (20,8%).

Quanto aos valores máximos a serem pagos em prêmios nos leilões, para a região Norte serão R$ 6,84 por saca, para o Centro-Norte serão R$ 6,24/sc, para o Centro-Sul R$ 5,04/sc, para o Oeste R$ 4,62/sc, para o Nordeste R$ 5,04/sc e para o Sudeste R$ 2,64/sc.

Tags:
Fonte:
Aprosoja

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário