Preços do milho aumentaram 13% em agosto, diz Imea

Publicado em 30/08/2010 15:32 421 exibições
Segundo dados do Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária), O preço médio do milho no estado do Mato Grosso avançou 13% em agosto, na comparação com os valores praticados em julho, para R$ 8,78/saca. O maior aumento foi registrado em Primavera do Leste, onde a saca de milho foi cotada em média a R$ 9,51 em agosto, alta de 21%.
 
Essa alta observada nos preços é resultado das ações do governo federal de apoio à comercialização, realizadas por meio dos leilões da Conab para subvencionar parte das despesas do escoamento da safra. Os analistas do Imea observam que o auxilio possibilitou o escoamento de 7,02 milhões de toneladas de milho, mas ainda existem 1,5 milhão de toneladas descobertas, volume que corresponde a 18% da produção estadual.
 
Na semana passada, com a colheita praticamente encerrada, o Imea revisou os números relativos à safrinha mato-grossense de milho. O instituto elevou sua estimativa de área em 13.270 mil hectares, para 2,015 milhões de hectares, confirmando um aumento de 20% em relação ao plantio do ano passado. Em agosto, o Imea também aumentou a estimativa de produção em 5,1% em relação a julho, para 8,864 milhões de toneladas, volume 2,1% abaixo do colhido no ano passado.
 
No levantamento, o Imea revisou a estimativa de produtividade para 72,2 sacas por hectare, rendimento 4,2% acima do estimado em julho (70,3 sacas) e 14,7% abaixo do registrado no ano passado (84,6 sacas). Vale lembrar que a safra do ano passado foi atípica, pois choveu durante todo o ciclo de desenvolvimento das lavouras. A região do médio-norte de Mato Grosso, que respondeu neste ano por 47,7% da produção estadual, também é recordista em produtividade, com média de 75,3 sacas por hectare. Nos municípios de Sorriso e Lucas do Rio Verde a produtividade atingiu 80 sacas por hectare.
Tags:
Fonte:
Redação NA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário