Milho: comprador vislumbra preços melhores com previsão de chuvas

Publicado em 24/09/2010 08:00 e atualizado em 24/09/2010 13:31
938 exibições

Ontem, o mercado brasileiro de milho teve um dia com um pouco mais de ofertas, principalmente em São Paulo. Entretanto, ainda assim o volume de ofertas é pequeno. no paraná e na maioria das praças, os negócios ficaram travados. Conforme o analista de Safras & Mercado, Guilherme Garmatter, o comprador encontra-se presente, mas não muito eufórico.

 "Alguns estão abastecidos e outros não. eles esperam que o mercado melhore, mas acredito que não", afirmou o analista, explicando que, com a previsão de chuvas, o plantio que está atrasado pode avançar e haver mais oferta no futuro, o que baixaria os preços. Por outro lado, os vendedores encontram-se ausentes, à espera de preços melhores.

No paraná, preços praticados ficaram estáveis, a R$ 21/22,00, no oeste do estado, em Cascavel. no Rio Grande do Sul, igual, a R$ 25,00 contra R$ 24,50/26,00 a saca de ontem, em Erechim. 

Em São Paulo, preços mais baixos, a R$ 22,50 contra R$ 23/23,50 a saca de ontem, na mogiana. em campinas, preços mais baixos, a R$ 25,50/26,00 contra R$ 26,20/27,00 a saca de ontem. em minas gerais, patamares iguais em R$ 24/25,00, em Uberlândia. em Mato Grosso, preços com perdas, a R$ 13,50/16,50 contra R$ 16,50/17,00 de ontem, em rondonópolis. em goiás, patamar em baixa, a R$ 20/21,00 contra R$ 20,50/21,00 de ontem, em Rio Verde.

Tags:
Fonte: Safras e Mercados

Nenhum comentário