Milho: nova previsão de redução de safra movimenta mercado internacional

Publicado em 11/10/2010 09:14
941 exibições
Não foi muito: diferença de apenas 6,42 milhões de toneladas, menos de 1% do total mundial previsto. Mas bastou o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) anunciar, na última sexta-feira, que a produção norte-americana de milho da safra 2010/2011 pode sofrer uma redução de 3,77% em relação ao que havia sido previsto em setembro passado (de 334,27 milhões de toneladas para 321,68 milhões/t) para que as cotações do grão voltassem a apresentar alta no mercado internacional.

É, tudo indica, processo de curta duração, pois repetindo as diferenças em relação às previsões do mês anterior são mínimas. Além disso, enquanto, de um lado, cai a produção, de outro sobe o estoque inicial, fazendo com que o suprimento do novo ano (estoque inicial + produção + importações) seja superior não só à previsão de setembro (+0,25), mas também aos suprimentos de 2009 e de 2010 (+4,71% e +1,18%, respectivamente).

No que tange ao consumo, o USDA prevê expansão mundial de 3,1% em relação ao consumido em 2010 (ou +0,71% em relação à previsão anterior), enquanto as exportações tendem a um crescimento inferior a 2%.

Em decorrência, os estoques finais do grão reduzidos para 132,36 milhões de toneladas no levantamento de outubro, 2,36% a menos que na previsão anterior serão 10,6% menores que os projetados para o final de 2010, da ordem de 148,06 milhões de toneladas.
Tags:
Fonte: AviSite

Nenhum comentário