Milho: Os baixos estoques mundiais do cereal acirram a briga por área entre soja e milho na próxima safra

Publicado em 18/10/2010 13:37
540 exibições

OFERTA E DEMANDA MUNDIAL: No último relatório de Oferta e Demanda divulgado na sexta‐feira (8), o USDA estimou uma queda na produção mundial de milho de pouco mais de 6 milhões de toneladas, devendo ser produzidos, no ciclo 2010/11, 819,6 milhões de toneladas de milho pelo mundo. A queda veio sob a produção americana que no relatório do mês de setembro estava estimada em 334,2 milhões de toneladas e agora não deverá passar de 321,6 milhões. Para o Brasil o órgão estima 51 milhões de toneladas contra 56 milhões da safra 2009/10. Já o consumo mundial deverá ser de 835,36 milhões de toneladas. Com as possíveis quedas na produção e aumento no consumo, a relação estoque/consumo (ou a quantidade de dias em que o mundo estará abastecido
com milho) caiu para o segundo menor valor das últimas três décadas, a 15,9%, ficando atrás apenas da safra 2006/07, com 15,2%. Fato que afeta não só o cultivo do milho, mas também o da soja que disputam diretamente por área. A relação que mensura a viabilidade econômica do plantio entre as duas culturas está muito próxima de US$ 2,00/bu, o que favorece o plantio de milho.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte: IMEA

Nenhum comentário