Alta do dólar e da taxa de juros na China pressionam milho em Chicago nesta terça-feira

Publicado em 20/10/2010 07:30
516 exibições
Os contratos futuros do milho fecharam com o quinto recuo consecutivo ontem em Chicago devido ao dólar mais alto e também à elevação da taxa de juros da China - a primeira desde 2007. Com o juro mais alto, é possível que o país asiático diminua o ritmo do seu crescimento e das importações. "Foi um choque, não apenas pela elevação dos juros, mas pelo momento em que isso aconteceu", disse Dale Durchholz, analista-sênior da AgriVisor LLC, à Bloomberg. "E o que todos se perguntam é se haverá outra [elevação] caso essa não desacelere a economia". Na bolsa de Chicago, os papéis para março fecharam a US$ 5,58 por bushel, queda de 11,25 centavos. No mercado interno, o indicador Esalq/BM&FBovespa para a saca de 60 quilos ficou em R$ 25,53, alta de 0,89%.
Tags:
Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário