MT vende 97% do milho

Publicado em 26/11/2010 06:36 604 exibições
Mato Grosso negociou mais 1,987 mil toneladas de milho no leilão promovido pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta quinta-feira (25). O volume representa 97,4% do total ofertado na venda pública, que somou 2,039 mil toneladas. Este é o segundo leilão oferecido pelo governo federal para regular o preço do produto no mercado, e também os estoques públicos. Somando os dois eventos o total negociado soma 48,769 mil toneladas. Apenas no primeiro, a venda foi de 44,69 mil toneladas de milho.

Segundo o superintendente da Conab em Mato Grosso, Ovídio Miranda, a expectativa é que ocorra um leilão por semana até o fim deste ano. Ele explica que os eventos dependerão do comportamento do mercado brasileiro. Mas avisa que a meta do governo federal é alcançar ainda neste ano a comercialização de 1 milhão de toneladas no país. Ele diz que não há muito produto no mercado e que alguns produtores têm segurado a venda do grão para aquecer os preços. "O leilão é uma forma de proteger o consumidor contra preços altos no milho".

Miranda aponta que restam 2,6 milhões de toneladas de milho armazenados no Estado. O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Glauber Silveira, explica que a minoria dos alguns produtores opta por segurar a venda do produto. Ele lembra que boa parte da produção já foi comercializada e que no mercado há falta do produto. Os dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) confirmam este cenário, já que 97% do que foi colhido na safra 2009/2010 já foi vendido pelos produtores. O percentual está bem acima do que foi observado no ano passado, quando a venda do produto, também em novembro, atingiu 80,2%.

De acordo com o presidente da Aprosoja a comercialização desse produto ocorreu em função dos leilões de prêmio promovidos pelo governo por meio da Conab. Ele lembra que foram negociados aproximadamente 7 milhões de toneladas do grão produzido em solo mato-grossense. O consumo do Estado fica em torno de 2 milhões de toneladas anualmente. Atualmente o milho está cotado, em média, a R$ 16 a saca (60 kg) no Estado. Mas há regiões, como Campo Verde, em que o preço do milho atinge R$ 19/sc.

Tags:
Fonte:
Gazeta Digital

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Telmo Heinen Formosa - GO

    Má Temática... a aritmética foi mal empregada nesta noticia. Foram ofertadas pela Conab 115.303,1 t de milho depositado no MT e houve demanda de 92.607,8 t o que corresponde a 80,3 % A nivel nacional a demanda superou 49,0 % o que pode parecer falta de interesse no entanto deve-se considerar que parte consideravel da oferta tratava-se de "REOFERTA" pelo mesmo preço e sobrou novamente. As regras obrigam a Conab a tal procedimento antes de aliviar os preços, redução necessária quando eventualmente a qualidade deixar a desejar ou então quando o produto está em pontos distantes. No inicio os preços são iguais para o Estado inteiro.

    0