Preço pago pelo milho estimula o plantio do grão em Goiás

Publicado em 15/02/2011 06:41 448 exibições
Agricultores correm para semear o milho safrinha no estado. A produção deve crescer 5,7% em relação a 2010.
Agricultores de Rio Verde, em Goiás, estão correndo para semear o milho safrinha. Eles estão animados com o preço pago pelo grão e pretendem aumentar a área de cultivo.

O agricultor João Ivan aproveita a palhada da soja para plantar milho. O produtor considera a cultura a melhor alternativa para a safrinha mesmo depois de não ter feito bons negócios com o grão no ano passado.

“A experiência do ano passado foi muito ruim. Nós colhemos até bem, mas vendemos muito mal. Esse ano, a expectativa é que nós obtenhamos um preço melhor, que atualmente se fala em milho de R$ 23. Está faltando milho no mercado. Então, tudo indica que deve ter um preço bom”, detalhou Ivan.

Em outra propriedade da região foram colocadas quatro plantadeiras no campo para adiantar ao máximo a safrinha. A expectativa é de que o milho seja plantado em uma área de 1,2 mil hectares. Mas, se o tempo deixar, o produtor pretende aumentar a área.

“Tem que correr logo. Tem que trabalhar até mais tarde para plantar. O preço está bem alto e eu acho que o mercado internacional também está bom. Eu acho que não vai baixar. O escoamento de exportação está bom. Eu acho que vai manter o preço. Se baixar, será muito pouco”, avaliou o agricultor Orlando Tomo.

Segundo a Conab, a produção do milho safrinha, em Goiás, deve crescer 5,7% em relação ao ano passado.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário