Clima pode comprometer 50% da safra de milho em MT, afirma Galvan

Publicado em 20/04/2011 09:55 815 exibições

O grande atraso no plantio de milho, aliado a falta de chuva nas últimas semanas podem provocar a “quebra” de mais 50% da safra do grão em Mato Grosso. A perspectiva ruim foi confirmada pelo presidente do Sindicato Rural de Sinop, Antônio Galvan, em entrevista ao Só Notícias/Agronotícias. Ele ressaltou que esta situação é consequência do plantio tardio da soja no Estado, o que acabou “empurrando” a janela do plantio de milho para o clima seco.

“Se o plantio da soja tivesse acontecido 20 dias antes, não estaríamos tendo este problema. Agora, estamos de olho nas notícias do tempo, mas não há nenhuma previsão de chuva para as próximas semanas em Mato Grosso. Caso esta chuva não aconteça por estes dias, a quebra será grande. Ficará em mais de 50% com certeza”, explicou.

Apesar do atraso no plantio do milho, Galvan afirmou que os produtores ainda acreditavam em uma boa produtividade do grão. Havia até a expectativa de superar a produção da safra 2009/10, que chegou a 8,4 milhões de toneladas. Pela estimativa divulgada, no início de abril, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) a produtividade da safra 2010/11 deverá ficar em 7,5 milhões de toneladas. Um recuo de 10,1%.

O presidente declarou que não será apenas o produtor que irá ser prejudicado com a quebra da safra de milho. Outros setores da economia também irão sofrer como o de ração animal. “O produtor é o primeiro a sofrer, claro. Mas com menos produto, fica comprometida a produção de ração para os animais e assim por diante. É uma cadeia que vai sofrer junto com esta situação”, aponta.

 

Tags:
Fonte:
Só Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário