2011 ainda pode terminar com segundo maior estoque final de milho da história

Publicado em 07/07/2011 09:07 e atualizado em 07/07/2011 13:33 1147 exibições
O décimo levantamento da safra 2010/2011, divulgado ontem pela Conab, apresenta indicações merecedoras de referência especial em relação ao milho. Assim, por exemplo, ainda que os eventos climáticos mais recentes devam afetar o resultado ora projetado (produção de 57,1 milhões de toneladas, 2% a mais que na safra passada), esta última projeção é bem melhor que a de seis meses atrás. Também merece destaque a perspectiva de encerrar-se 2011 com o segundo maior estoque final da história. Explicando por partes:

Comparada com a previsão de janeiro, a primeira de 2011, a previsão de julho corrente indica para este exercício estoque inicial e importações menores. Mesmo assim, o suprimento total do produto tende a ser 4,3% superior ao inicialmente previsto - graças, claro, a um aumento proporcionalmente maior da produção.

Em decorrência, ainda que esteja prevendo agora um consumo interno também maior, a Conab deixa clara a possibilidade de fechar-se o ano com um estoque final quase um terço maior que o inicialmente projetado, para o que deve concorrer uma exportação inferior àquela apontada seis meses atrás.

Repetindo o que foi dito no início, os resultados finais, em decorrência do clima, serão inferiores aos até aqui projetados. Ainda assim, o estoque final de milho do concorrente exercício pode superar os 10 milhões de toneladas e se tornar o segundo maior da história, aquém, somente, dos 11,2 milhões de toneladas de 2008.

Tags:
Fonte:
AviSite

0 comentário