Área de plantio de milho no Rio Grande do Sul deve crescer 4,86%

Publicado em 29/08/2011 15:40 326 exibições
A Emater/RS divulgou hoje o primeiro levantamento de intenção de plantio para a safra de verão 2011/12 no Rio Grande do Sul, com queda de 5,64% na estimativa de área para o arroz e crescimento de 4,86% para o milho. As lavouras de soja devem apresentar ligeira alta de 0,88%, enquanto as da primeira safra de feijão devem oscilar 0,64% para baixo.

A área total para as quatro culturas é prevista em 6,436 milhões de hectares, com expansão de 0,36%, enquanto a produção deve chegar a 23,805 milhões de toneladas, tomando-se como base a média dos últimos dez anos, com queda de 10,23%.

Conforme a Emater/RS, a área destinada ao arroz deverá recuar de 66 mil hectares, para 1,105 milhão de hectares. Com isso, a produção gaúcha do grão teria queda de 9,2% antes 2010/11, para 8,119 milhões de toneladas.

“No arroz, altos estoques, dificuldades na comercialização da safra passada e preços defasados em relação às médias históricas parecem ter causado um desestímulo entre os plantadores. Além disso, há de se considerar os problemas com as barragens que ainda não atingiram suas cotas máximas, aumentando a apreensão dos produtores”, relata a instituição.

Na semana passada, conforme a Emater/RS, os produtores gaúchos receberem, em média, R$ 23,16 pelo saco de 50 quilos de arroz em casca, ou 21,7% a menos do que na última semana de agosto de 2010. Já o preço do milho subiu 36% no mesmo período, para R$ 25,80 o saco de 60 quilos, enquanto a cotação da soja avançou 4,8%, para R$ 42,59.

Por conta disto, a área de milho deve crescer 53,5 mil hectares, para 1,155 milhão de hectares, mas a média dos últimos dez anos puxa a estimativa de produção para 5,304 milhões de toneladas, com queda de 8,17%.  Já as lavouras de soja deverão passar de 4,071 milhões para 4,107 milhões de hectares, com queda de 12,01% na produção, para 10,3 milhões de toneladas.

Para a primeira safra de feijão, que nos últimos 12 meses teve queda de 11,4% no preço médio, para R$ 65,58 o saco de 60 quilos, a Emater prevê uma área de 68,7 mil hectares, com produção de 81,6 mil toneladas (queda de 12,23% sobre 2010/11).

Tags:
Fonte:
Valor Online

0 comentário