Milho: Movimentação de venda rompe referências em Mato Grosso

Publicado em 29/09/2011 08:54 259 exibições
Grão só começa a ser plantado em 2012, mas produção está vendida.
A cinco meses do início do plantio do milho segunda safra, em Mato Grosso, quase 50% da produção estimada em 8,90 milhões de toneladas do grão está comercializada. A movimentação do mercado vem surpreendendo analistas pelo volume de contratos de venda antecipada que estão sendo firmados, numa clara evidência da demanda mundial pelo grão. Até o final da semana passada cerca de 4 milhões t haviam sido negociadas pelos produtores mato-grossenses.

Conforme estimativas do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a nova safra do milho – que começará a ser cultivada a partir de janeiro e fevereiro de 2012 – será 27,3% maior em comparação à colheita de 2011, quando o Estado produziu 6,99 milhões de toneladas. O incremento das vendas antecipadas pode até mesmo alterar a previsão inicial do Instituto que crê em um incremento de 14,2% sobre a área plantada, que passaria de 1,75 milhão de hectares (ha) para 2 milhões. Na medida em que há prospecção de aumentar a área plantada na segunda safra com o milho, o sojicultor antecipa o plantio da soja. Em Mato Grosso, a precocidade da soja é o maior indicativo do tamanho que o milho terá, já que o grão é plantado na medida em que a oleaginosa é colhida, ou seja, o milho ocupa a mesma área da soja.

Conforme o Imea, da safra 2011 do milho existe cerca de 5% em estoque. “E já temos 45% da nova produção está comprometida”. Conforme os analistas do órgão, fica impossível estabelecer um comparativo, pois, no histórico, o momento mais precoce de comercialização ocorreu sempre próximo da colheita, geralmente um ou dois meses antes, “portanto, faltam números passados, pois nunca ocorreu com tanta precocidade”.

Chama a atenção do mercado é que as vendas do milho se concretizam antes mesmo do plantio da soja a ponto de as duas culturas atingirem patamares de comprometimento muito próximos. “De agora em diante o plantio de soja será determinante para uma elevação desses números, pois, quanto mais se estender a estiagem, menor ficará a janela para o plantio e exploração do maior potencial da cultura do milho”. Conforme recomendações agronômicas, a “janela de plantio” é o melhor período à cultura, ou seja, no Estado, o intervalo se encerra em 28 fevereiro, porque após a data o fluxo de chuvas diminuiu e prejudica o desenvolvimento da planta e conseqüente formação das espigas.

Tags:
Fonte:
Diário de Cuiabá

0 comentário