Seminário Nacional de Milho Safrinha ocorre em novembro em Lucas do Rio Verde-GO

Publicado em 11/11/2011 14:25 375 exibições
Ocorre de 21 a 23 de novembro, em Lucas do Rio Verde, o 11º Seminário Nacional de Milho Safrinha. O evento tem como objetivo buscar novos e eficientes caminhos para o cultivo do cereal, reunindo profissionais para discutir e divulgar informações e tecnologias nas diferentes regiões produtoras de grãos no país. Além disso, um material compilado durante o evento será disponibilizado como referência bibliográfica para a comunidade científica e outros setores da cadeia produtiva do milho.
Segundo o presidente da Fundação Rio Verde, responsável pela realização do evento, o Seminário é um dos mais importantes fóruns de discussão técnica e científica da produção de milho no país. Para os produtores, o seminário será uma ótima oportunidade de acesso direto às últimas novidades no cultivo de milho safrinha e as principais práticas de manejo da cultura.
Discutir os fatores inerentes à cultura do milho é uma demanda diante do aumento no consumo do cereal. A redução nos estoques de milho, somada ao aumento da importação de grãos pelos países asiáticos, principalmente a China, e ainda ao uso do milho para produção de etanol nos Estados Unidos, impacta diretamente o mercado de exportações e consequentemente os produtores de milho no Brasil.
O seminário é promovido pela Associação Brasileira de Milho e Sorgo (ABMS) e realizado pela Fundação Rio Verde, com patrocínio da Aprosoja, Cearpa, Sicredi, Nitral Urbana, Bayer, Basf, Syngenta, Pioneer, FMC, Dekalb, Bio Gene. Apoiam o evento o Sindicato Rural e a Prefeitura Municipal de Lucas do Rio Verde. As inscrições variam entre R$ 50 e R$250 e podem ser feitas antecipadamente ou na abertura do Seminário. Outras informações no site www.seminariomilhosafrinha.com.br.
Safrinha 2011/2012 - Em áreas de cultivo de soja, o milho safrinha se destaca como excelente alternativa de cultivo, principalmente quando o objetivo é a maximização do lucro do produtor rural. Na safra 2011/2012, 30% da área cultivada com soja em Mato Grosso deve ser utilizada para plantar milho safrinha a partir de meados de janeiro. Estimativas do Instituto Mato-grossense de Economia e Agropecuária apontam uma área de 2 milhões de hectares e quase 9 milhões de toneladas do grão.
Tags:
Fonte:
Aprosoja

0 comentário