Mecanização garante produção recorde de milho na Transacreana

Publicado em 16/11/2011 09:52 335 exibições
Dois mil hectares de milho = 200 mil sacos de milho (ou mais) = R$5 milhões de reais. A conta expressa grandes números, tanto de área plantada, quando de produção ou de renda, mas ela não é de nenhum grande fazendeiro. Os produtores responsáveis pela colheita desta safra moram na região da Transacreana. E eles não estão conformados com esta vitória. Se preparam para produzir cinco mil hectares no próximo ano.

“Sozinho eu não conseguia plantar nem 20 hectares. Hoje eu tenho 70 hectares plantados, emprego 15 pessoas na colheita e faço planos de ampliar a produção. Os pequenos não iam conseguir isso sem a ajuda do governo, porque esse resultado só é obtido através da mecanização. Eu tenho dito para os colegas que mecanizar é a saída, as máquinas são a bola da vez, nossa salvação, nossa única saída”, comenta o produtor Juarez Rodrigues.

Com a ajuda do governo do Estado através das secretarias de Produção Agropecuária (Seap) e Produção Familiar (Seaprof), que auxiliaram os produtores com assistência técnica e mecanização das áreas plantadas, os produtores de milho conseguiram ampliar, ano a ano, a produção da área e atingir uma safra recorde para 2011. Com a certeza de aumentar o auxílio dado pelo governo, com a aquisição de novas máquinas agrícolas, inclusive para a colheita, eles já se preparam para aumentar em 150% a produção em 2012.

Além da mecanização, o governo do Estado providenciou um silo graneleiro para atender os produtores da região.

“Esse pra nós é um sonho realizado. Hoje nós estamos visitando a obra do silo, com a presença do governo do Estado, que sai do gabinete e vem aqui conversar com a gente. Quem acredita nisso? É um sonho. Antes nós tínhamos que levar nossa produção pros municípios vizinhos, Senador Guiomard, Plácido de Castro, Acrelândia. Agora não, o tratamento do milho vai ser feito aqui”, disse o presidente da Cooperativa de Produtores Rurais da Transacreana, José Augusto.

Para o governador Tião Viana, ver o trabalho dos produtores e o entusiasmo com que falam da produção é gratificante. “Nós estamos com a mão estendida para a produção familiar, garantindo a mecanização, o silo para secagem e armazenamento, e o que nós queremos é isso, que haja produção no Acre, como está havendo, com geração de emprego, de renda, com dignidade para as famílias do campo e uma boa safra para atender ao nosso Estado”, comentou.

Tião Viana garantiu o apoio necessário para a ampliação das plantações de milho, com a aquisição de novos equipamentos agrícolas, e a instalação de uma fábrica de derivados de milho, para beneficiar o produto no local, com agregação de valor à produção.

“Os produtores desta região lutam desde 2005 para ampliar a produção e estão trabalhando a cada ano, com muitas dificuldades. Com o apoio do governo, que trouxe máquinas para trabalhar a terra, que era um pasto degradado, eles estão vivendo uma nova realidade. E não para por aqui, vamos continuar investindo, aumentar ainda mais o apoio, porque esse é o nosso objetivo, que a produção agrícola não pare de crescer”, disse o secretário de Agropecuária, Mauro Ribeiro.

Para o pastor Rodson, que acompanhou o governador durante a visita às áreas de produção de milho da Transacreana, o investimento na agricultura familiar traz benefícios dobrados. “É proveitoso para o estado, que produz algo que ele precisa, que são os produtos dessa agricultura, como o milho, o peixe, as frutas, legumes, grãos, e mais ainda para o pequeno produtor rural, que precisa dessa produção para sobreviver, para sustentar sua família com dignidade. É um trabalho abençoado por Deus, que vem para abençoar a vida das famílias acreanas”, comentou.

Deracre vai investir R$ 13 milhões em ramais, ainda no inverno
No Acre a história de que não se trabalha no inverno é página do passado. Na próxima semana o governador Tião Viana e o diretor do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre, Deracre, Marcus Alexandre anunciam um investimento de R$ 13 milhões em obras de pontes e bueiros em ramais, beneficiando também os produtores da região da Transacreana.

“Nós já fizemos um trabalho aqui com cinco patrulhas mecanizadas no verão e vamos continuar com a assistência durante o inverno para garantir o escoamento da produção. Vamos trabalhar mais vinte quilômetros, até o ramal da Capela, com a assinatura da ordem de serviço nos próximos dias, e, para garantir o tráfego, fizemos um melhoramento com piçarra nesse trecho”, disse Marcus Alexandre.

Deputados aprovam iniciativa do governo
“Eu lembro que há 25 anos, quando eu estudava mecanização, era muito difícil chegar até aqui, mas nós já sabíamos, naquela época, que esse era o caminho. É muito bom estar aqui e hoje e ver o sonho daquele tempo se realizando na vida desses produtores. Demorou mas hoje é uma realidade, o governo coloca condições de trabalho, de escoamento da produção. Esse é um projeto muito grande e tem o meu apoio”, disse o deputado Denilson Segóvia, da bancada de oposição.

“O governador Tião Viana está quebrando paradigmas ao sair do gabinete e vir até a zona rural, no meio do povo, conversar sobre a produção, acompanhar o trabalho, ouvir as necessidades e garantir ainda mais apoio”, disse o deputado Walter Prado.
Tags:
Fonte:
Agência de Notícias/Acre

0 comentário