Inflação mais alta na China esfria humor global dos mercados

Publicado em 11/01/2013 12:30
444 exibições
A inflação ao consumidor na China, acima do previsto, anulou o efeito positivo dos números de atividade divulgados pelo país ontem e colocou investidores de volta à retranca nesta sexta-feira. O índice de preços ao consumidor (CPI) da China acelerou para 2,5% em dezembro, reforçando a preocupação de que o país terá menos espaço para um afrouxamento monetário. Em reação ao dado e à ausência de outras notícias que definam o rumo dos negócios, as bolsas europeias e os futuros de Wall Street operam perto da estabilidade. O fato de a temporada de balanços americana esquentar apenas na próxima semana também contribui para essa falta de tendência clara dos negócios.

Veja a notícia na íntegra no site do Valor Econômico
Fonte: Valor Econômico

1 comentário

  • Liones Severo Porto Alegre - RS

    A China teve o inverno mais rigoroso dos ultimos 28 anos, que prejudicou a produção/oferta de vegetais, responsavel pelo aumento da inflação e do qual produzem e consomem cerca de 60 milhões de tons. Portanto, uma situação pontual que não deveria impactar os mercados. Interessante que a inflação na China foi reduzida pela metade nos últimos 3 anos e jamais alguém comentou isto. A midia eletronica global somente foca o sensacionalismo predador. Temos que ter cuidado com essas noticias...

    0