Resgate ao Chipre preocupa e azeda mercados

Publicado em 18/03/2013 14:37 e atualizado em 18/03/2013 16:05
305 exibições
A aversão ao risco dá o tom aos negócios nos mercados financeiros globais nesta segunda-feira, com as preocupações com o acordo de socorro financeiro do Chipre dominando o noticiário. As bolsas americanas operam em queda, em linha com o que se viu nos mercados europeu e asiático. Aqui, a Bovespa acompanha, embora o vencimento de opções, que terminou às 13 horas, tenha ajudado a limitar o recuo. A razão da apreensão é a inclusão, no plano de resgate do Chipre, da proposta de cobrança de uma taxa extraordinária e única sobre todos os depósitos bancários do país. O receio é que, se aprovada, a medida crie um precedente para os próximos pacotes de auxílio, o que poderia diminuir a confiança dos investidores no sistema bancário da região. Grécia, Portugal e Espanha, os países mais endividados do bloco, são naturalmente alvo de maior desconfiança daqui para frente.

Veja a notícia na íntegra no site do Valor Econômico
Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário