Programa de estímulos dos EUA pode encerrar em 2014, mas Fed se mostra dividido

Publicado em 21/08/2013 16:53
436 exibições

A Ata da última reunião do Federal Reserve (Fed, o BC americano) divulgada nesta quarta-feira indica que o programa mensal de US$ 85 bilhões em compra de bônus nos Estados Unidos pode ser encerrado em meados de 2014, se a economia se desenvolver como o esperado. Os integrantes do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), no entanto, se mostraram divididos quanto ao prazo e as expectativas sobre inflação, emprego e expansão da atividade econômica.

Alguns pediram paciência antes da decisão final sobre redução de compra de bônus. A especulação sobre por quanto tempo o Fed vai injetar dinheiro no mercado tem deixado os investidores ansiosos e afetado as bolsas internacionais e a cotação do dólar pelo mundo.

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

Na Reuters: Ata do Fomc oferece poucos sinais sobre momento de redução de QE3

Apenas alguns membros do Federal Reserve acreditavam que em breve será o momento de "diminuir um pouco" o ritmo de compra de títulos pelo banco central norte-americano na reunião do mês passado do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), enquanto outros enfatizaram paciência ao decidir quando começar a reduzir o programa de estímulo.

A ata da reunião de 30 e 31 de julho do Fed, divulgada nesta quarta-feira, mostrou que quase todos entre os 12 integrantes do Fomc concordaram que uma mudança no estímulo ainda não é apropriada.

Investidores estão ansiosamente prevendo quando o Fed começará a reduzir os 85 bilhões de dólares em compras mensais de ativos.

Leia a notícia na íntegra no site da Reuters.

Fonte: Valor Econômico + Reuters

0 comentário