BC segue com estratégia de intervenções diárias no mercado de câmbio

Publicado em 30/08/2013 14:07
381 exibições

Depois de descartar por duas vezes propostas em leilão de venda de dólares com compromisso de recompra, o BC fechou uma operação com oferta de até US$ 1 bilhão.

Nesse tipo de leilão, o BC não divulga no mesmo dia o valor, em dólares, que emprestou ao mercado. Os dados serão divulgados nos próximos dias. A taxa de corte da operação ficou em R$ 2,47 e a de venda em R$ 2,362. A data da liquidação de venda pelo BC será no próximo dia 4. A data de recompra será no dia 2 de abril de 2014.

Hoje, o BC também fez um leilão de swap cambial tradicional, equivalente à venda de dólares no mercado futuro. Nesse leilão, foram ofertados 30 mil contratos para duas datas de vencimento. Para 1º de novembro de 2013, foram negociados 7 mil contratos, totalizando US$ 349,2 milhões. Para 2 de janeiro de 2014, 23 mil contratos foram negociados, no total de US$ 1,143 bilhão.

Pela programação diária do BC, de segunda a quinta-feira serão feitos leilões de swap cambial, com oferta de cerca de US$ 500 milhões por dia. Às sextas-feiras, será oferecido até US$ 1 bilhão, por meio dos leilões de venda com compromisso de recompra. No entanto, quando anunciou essa programação, na semana passada, o BC informou que faria leilões adicionais sempre que julgasse apropriado.

Desde o fim de maio, o sistema financeiro global enfrenta turbulências por causa da perspectiva de que o Federal Reserve (Fed), o Banco Central dos Estados Unidos, reduza os estímulos monetários para a maior economia do planeta. Com menos dólares em circulação, a cotação da moeda norte-americana fica mais alta em todo o mundo.

A instabilidade agravou-se na semana passada, quando foi divulgada a ata da reunião de julho do Fed. No documento, os diretores do Banco Central americano não estipularam uma data, mas confirmaram que pretendem acabar com as injeções mensais de dólares até meados do próximo ano.

Fonte: Agência Brasil

0 comentário