China volta a incomodar mercados e limita recuperação de ativos

Publicado em 03/01/2014 09:30 478 exibições

Mais uma vez, a China está no centro das atenções do mercado financeiro internacional nesta sexta-feira, e inspirando cautela. Nesta madrugada, o governo chinês divulgou o Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços do país, que registrou queda de 56 pontos em novembro para 54,6 pontos em dezembro. O dado vem somar-se ao resultado do PMI industrial, também do governo, conhecido na quarta-feira, que caiu de 51,4 pontos para 51 pontos, na mesma base de comparação. E reforça os receios quanto à recuperação da segunda maior economia global, uma das principais consumidores de commodities do mundo.

O dado garantiu mais uma rodada de queda das bolsas asiáticas: o índice Xangai composto perdeu 1,24%, enquanto o Shenzhen Composto cedeu 0,2% e o Kospi, de Seul, teve perda de 1,07%.

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário