Com Selic estável, Brasil segue líder em ranking de juros

Publicado em 29/05/2014 12:39 343 exibições

Com a permanência da taxa de juros em 11% anunciada pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central nesta quarta-feira, o País continuará na liderança do ranking mundial de juros.

Confira o ranking das 50 maiores economias do mundo.De acordo com levantamento produzido pela Moneyou e pela UpTrend, a taxa de 4,25% do Brasil, já descontada a inflação projetada para os próximos 12 meses, é seguida pela China (3,41%) e pela Índia (2,66%). 

Na lista que não considera o desconto da inflação, os brasileiros aparecem em 3º lugar atrás da Venezuela que soma taxa nominal de 16,38% e da Argentina com 14,90%. O estudo é produzido com base nos juros de 40 países. 

PAÍS    JUROS REAIS (ANO)
Brasil    4,25%
China    3,41%
Índia      2,66%
Rússia   1,70%
Hungria  1,59%
Turquia   1,58%
Indonésia    1,22%
Polônia    1,08%
Taiwan     0,87%
Coreia do Sul    0,69%

 

Copom encerra ciclo de aumento e mantém juros básicos em 11%

 

Depois de nove aumentos consecutivos, o Banco Central (BC) interrompeu o ciclo de aperto monetário. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a taxa Selic – juros básicos da economia – em 11% ao ano.

É a primeira vez em 13 meses em que o Copom deixou de reajustar os juros básicos. Apesar da manutenção, a taxa Selic permanece no maior nível desde novembro de 2011, quando também estava em 11% ao ano.

Quando a presidenta Dilma Rousseff tomou posse, em janeiro de 2011, os juros básicos estavam em 10,75% ao ano e foram gradualmente reajustados nos meses seguintes. Em agosto do mesmo ano, a taxa passou a ser reduzida sucessivamente pelo Copom até atingir 7,25% ao ano em outubro de 2012, o menor patamar da história.

A Selic foi mantida nesse nível até abril de 2013, quando o Copom iniciou um novo ciclo de alta nos juros básicos para conter a inflação.

Leia a reportagem completa no site Terra

Fonte:
Terra

0 comentário