No Financial Times: FT: Perder Copa pode aprofundar temores dos brasileiros

Publicado em 09/06/2014 15:29 468 exibições

 Quanta diferença entre o desempenho do Brasil dentro e fora do campo. Seus jogadores são famosos por sua habilidade e pelo jogo bonito. Mas em 2007, quando o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva ganhou para o Brasil o direito de sediar a Copa do Mundo deste ano, ele realizou o equivalente político de lançar a bola pelo campo.

Esperar que uma nação conhecida por suas estradas ruins e pela falta de infraestrutura conseguisse operar de forma decidida, após aquela bola lançada com força, pode ter parecido plausível no momento. Naquela época, o clube das potências emergentes Bric estava na última moda e parecia que o Brasil não fazia nada errado. Mas a marca Bric, desde então, esmaeceu, e Joseph Blatter, presidente da Fifa, o órgão máximo do futebol internacional, disse até que os preparativos da Copa do Mundo do Brasil eram os piores que ele já tinha visto. Esta não é a narrativa promissora que o Brasil uma vez imaginou.

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

Fonte:
Valor Econômico

0 comentário