Argentina, à beira do calote, tenta negociações com credores "holdouts"

Publicado em 04/07/2014 14:06 e atualizado em 07/07/2014 02:30 549 exibições

O governo argentino criticou nesta sexta-feira a Justiça dos Estados Unidos e voltou a exigir que lhe seja permitido honrar seus compromissos da dívida externa, preparando o terreno para negociações no início da próxima semana com os credores que deixaram o país à beira de um novo default.

Uma delegação do Ministério da Economia se reunirá na segunda-feira com o mediador designado pelo juiz Thomas Griesa, que proibiu a Argentina de honrar sua dívida até que pague mais de 1,3 bilhão de dólares aos credores que não participaram das reestruturações da dívida, os chamados holdouts (os fundos que aceitaram emprestar para os argentinos, no ano passado, exatamente para evitar o calote, e que agora querem receber  a totalidade do emprestimo + juros, sem desconto).

Leia a notícia na íntegra no site da Reuters.

Fonte:
Reuters

0 comentário