China: Inflação recua para 2,3% no país e ações asiáticas caem depois dos números

Publicado em 09/07/2014 09:00 183 exibições
Valor é 0,2% menor que a medição do mês anterior. Tendência moderada deve ser mantida no 2º semestre, dizem especialistas

O índice de preços ao consumidor (IPC) na China, um dos principais indicadores da inflação no gigante asiático, registrou em junho a taxa de 2,3%, em estimativa anual, dois décimos a menos que no mês anterior, informou nesta quarta-feira (9) o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, sigla em inglês) do país asiático.

Esse índice mantém a inflação da segunda economia mundial muito abaixo do teto máximo estabelecido pelo governo para o ano (3,5%), o que dá uma ampla margem de manobra para o possível relaxamento das políticas monetárias, de acordo com os analistas.

Leia a notícia na íntegra no site do G1.

Ações asiáticas caem após dados da inflação da China

As ações asiáticas ampliaram perdas nesta quarta-feira (9) para tocar mínimas de uma semana após a inflação de preços ao consumidor na China esfriar um pouco mais do que o esperado em junho, sugerindo uma fraqueza econômica persistente.

O índice MSCI de ações asiáticas caiu 0,8%, tocando o seu ponto mais baixo desde 2 de julho, afastando-se das máximas de três anos registradas recentemente.

Leia a notícia na íntegra no site do G1.

Fonte:
G1

0 comentário