Dólar descola de exterior e cai com expectativa de mudanças eleitorais

Publicado em 03/10/2014 15:34 508 exibições

O dólar tem firme baixa contra o real na tarde desta sexta-feira, descolando do amplo movimento de alta da moeda registrado no exterior. Novamente, o fator eleitoral prevalece nos negócios. Cresce a percepção de que o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, pode ir ao segundo turno no lugar de Marina Silva (PSB).

Essa expectativa foi reforçada hoje pelos resultados da pesquisa IstoÉ/Sensus. De acordo com o levantamento, Marina Silva (PSB) tem 22,5% das intenções de voto, enquanto Aécio Neves, 20,6%. Nos últimos sete dias, a diferença entre Marina e Aécio caiu de 4,3 pontos percentuais para 1,9 ponto. A presidente Dilma Rousseff (PT) segue na liderança, com 37,3% das intenções de voto para o primeiro turno.

Além disso, o mercado volta a mostrar esperanças de que denúncias de corrupção possam prejudicar severamente a campanha do PT e aumentar as chances de vitória da oposição. Segundo reportagem no site da revista “Veja”, o doleiro Alberto Youssef -preso na Operação Lava Jato sob acusação de participar de supostos esquemas de corrupção com ramificações na Petrobras, no Ministério da Saúde e em partidos da base aliada do governo - teria confirmado que o dinheiro desviado da Petrobras era usado para sustentar três dos principais partidos da base aliada. Ainda de acordo com o veículo, Youssef teria se colocado à disposição para fornecer provas sobre diversas fraudes.

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico

Fonte:
Valor Econômico

0 comentário