No Valor: Cerveró e suposto operador do PMDB tornam-se réus na Lava-Jato

Publicado em 17/12/2014 10:56 38 exibições

A Justiça Federal abriu processo criminal contra o ex-diretor Internacional da Petrobras Nestor Cerveró e outras três pessoas por envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras. O ex-diretor responderá a ação penal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Também passam a ser réus o suposto lobista do PMDB, Fernando Soares, o "Fernando Baiano", e o executivo e delator Julio Camargo, da Toyo Setal. Eles responderão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O doleiro Alberto Youssef é réu por lavagem de dinheiro. 

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário