Se Dilma tiver ao menos 5% de sua grande cabeça ocupada pelo juízo, Graça Foster sai agora

Publicado em 22/12/2014 10:18 e atualizado em 23/12/2014 10:19 875 exibições

Por Reinaldo Azevedo

É detestável que a Petrobras me obrigue a interromper aquele que é, a rigor, meu primeiro dia de férias. E por quê? Porque entregaram a empresa a uma quadrilha, e essa quadrilha, por sua vez, era a operadora de um projeto de poder que tem como protagonista um partido político. Já chego lá.

Estava viajando quando o Fantástico foi ao ar. Na noite deste domingo. Assisti à entrevista de Venina Velosa da Fonseca, a executiva da estatal que botou a boca no trombone, na reapresentação do programa, na GloboNews. Se Dilma tiver ao menos 5% de sua avantajada cabeça tomada pelo juízo, Graça Foster amanhece ex-presidente da Petrobras nesta terça. Aliás, a própria Graça poderia fazer um favor à sua amiga e cair fora.

Não resta dúvida: Venina advertiu, sim, Graça para uma série de desmandos na Petrobras. Também José Carlos Cosenza, atual diretor de Abastecimento e sucessor de Paulo Roberto Costa, tomou conhecimento das denúncias. Sérgio Gabrielli, ex-presidente da empresa, idem. Os e-mails são evidentes. Se Venina só veio ou não a público em razão de algum ressentimento, isso é irrelevante.

Ela reafirmou todas as suas denúncias  na entrevista ao Fantástico, deixou claro que a diretoria sabia de tudo e disse ter fornecido documentos ao Ministério Público Federal. Dilma confia em Graça? Pior para o país. Venina está determinada e parece disposta, se preciso, a enfrentar a presidente da Petrobras cara a cara. Aliás, o comando da emprsa insiste em desqualificar aquela que, até outro dia, era considerada tão competente que até mereceu um alto cargo em Cingapura.

E que se note: o caso de Venina é muito diferente do de seu ex-chefe Paulo Roberto. Ela não é investigada em nada. Contar o que sabe não lhe traz vantagem nenhuma – a rigor, só lhe causa prejuízo. Mesmo assim, sem contar com nenhum benefício futuro, como Paulo Roberto ou Alberto Youssef, decidiu dizer o que sabe.

Venina reafirmou que, ao confrontar Paulo Roberto sobre superfaturamento, este teria apontado para o retrato de Lula, então presidente da República, e para a sala de Gabrielli, indagando: “Você quer derrubar todo mundo?” .É evidente que, ao dizê-lo, o então diretor de Abastecimento sugeria que Lula sabia de tudo.

Não, ouvintes, eu não vou abandonar a minha tese! A Petrobras não é exceção, mas regra. O que se viu na estatal se repete em toda parte. É um método. E quem o comprova é Rui Falcão, presidente do PT.

Neste domingo, no Estadão, Falcão confessa que o partido está mapeando os cargos do governo federal nos Estados para fazer o que ele chama de “recall”. Nas suas palavras: “Estamos fazendo um mapa dos cargos federais nos Estados para saber quem é quem, quem indicou, qual a avaliação que a gente tem disso, e fazer uma proposta (de nomes à presidente”.

É claro que ele deveria ter vergonha de dizer essas coisas, mas ele não tem. É que o PT pode perder alguns cargos na Esplanada dos Ministérios, e os companheiros já estão pensando uma forma de compensação.

Um desastre como o que está em curso na Petrobras é parte de um modo de entender a coisa pública.

Será que o Projeto Reinaldo Ensolarado começa nesta segunda? No país em que a política é caso de polícia, nunca se sabe.

Por Reinaldo Azevedo

Fonte:
Veja / Blog Reinaldo Azevedo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

4 comentários

  • amarildo josé sartóri vargem alta - ES

    Verdade amigo Ivo Vicente Basso. Mas como bem disse o Reinaldo em relação à Dilma, mesmo que ela não tenha os 5% de juízo, se faz de cega diante da conveniência, no entanto, eles não conseguem enganar ninguém, pois nós que somos ignorados por eles, considerados apenas massa de manobra, temos mais do que 5% de lucidez e não acreditamos em fantasias e lorotas. Está tudo às claras, o grande problema do nosso país é o sistema, que está impregnado por essa podridão em todos os seguimentos (com raras exceções).

    0
  • Ivo Vicente Basso Rio Brilhante - MS

    Concordo plenamente com sua colocação Sr. Reinaldo e com o comentário do Sr. Amarildo José Sartori !! Mas, após seus comentários, a Sra Graça foi entrevistada e ardilosamente tentou explicar o inesplicável ! Desqualificou os Email, a fala cara a cara do encontro com e Gerente Venina, se fazendo de desentendida, sonsa e de que o assunto não dizia coisa com coisa. Mas na mesma entrevista, falou que a Gerente Venina, era competente e muito organizada e diga-s de passagem, muito topetuda ( topetuda por minha conta, mas explico.) porque falou, reclamou e mandou Hemails para meio mundo de seus superiores. (e os catalogou em arquivos, por que ela já sabia que isso não teria um bom final) ! Aí a Dona Graça diz que a Gerente Venina deveria ser mais Clara! Ser Mais contundende, virar a mesa e dizer claramente em uma reunião de diretoria com explanações e documentos! E tem mais, ao explicar porque foi demitida ela ela gaguejou e gaguejou denovo e não disse nada! Ou melhor disse! Disse que ela não se enquadrava na equipe e no contexto atual da empresa! Será que foi demitida porque ela era uma peça que destoava do esquema não aceitava corrupção? Acho que a entrevista dada à Globo foi muito mais comprometedora e de confirmação das denúncias, do que a intenção de justificar a inoperância e de que munca ninguém teria lhe teria avisado! Ela bem que tentou enrolar os incáutos, mas só fez confirmar o que até as criançinhas do prézinho já conseguem deduzir!

    0
  • amarildo josé sartóri vargem alta - ES

    Imagine só Reinaldo. Se a Petrobras, atualmente afundada num mar de lama e de corrupção, fatos delatados e comprovados pelo PF e MPF. Diante das declarações e alegações de sua a presidente Graça Foster , de que pela grandeza da empresa possui esse potencial extraordinário de recuperação financeira, naturalmente se fosse seriamente gerenciada, sua condição hoje deveria ser a de uma empresa de maior credibilidade junto aos agentes financeiros do mundo inteiro, com suas ações liderando e puxando as principais bolsa do planeta, retratando um quadro ascendente de prosperidade, multiplicando seu patrimônio. Infelizmente não é essa a realidade que estamos presenciando. O que percebemos é que quem tem razão e fala a verdade, “e o ultimo que fala e o primeiro que apanha”. Sinceramente, estou preocupado com a situação da Sra. Venina Velosa da Fonseca. Irão fazer de tudo e um pouco mais para desqualifica-la. Essas são praticas comuns dos débeis mentais, políticos, dirigentes e militantes destes partidos (PT e seus aliados que compõe a base) que é na verdade um desastre, o maior exemplo de incompetência, uma vergonha para o povo descente e trabalhador que realmente sustenta este país, e, que não se curvam diante das falsas benécias e maracutaias feitas com nosso próprio e suado dinheiro público arrecadado através dos impostos, dinheiro este que pertence a toda população brasileira, e não a meia dúzia de corruptos inescrupulosos que são uma vergonha para a nossa querida nação.

    Parabéns Reinaldo pelo seu artigo e, continue sua luta que é nossa também contra essa máquina impostora e manipuladora.

    0
  • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

    Sr. Reinaldo, o TICO & TECO ocupam 100% do espaço mental da presidenta !!!

    0