O Globo: Aliados fazem de tudo para livrar Cunha de cassação

Publicado em 06/09/2016 08:41
43 exibições

BRASÍLIA - Aliados do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tentarão abrandar a pena de cassação do mandato dele na votação que está marcada para o próximo dia 12, caso haja quorum para votar. A estratégia é partir para uma guerra regimental, questionar procedimentos e tentar adiar a votação. Os aliados querem apresentar emenda para trocar a pena de perda do mandato pela de suspensão temporária, 90 dias ou de até seis meses.

Em outra frente, muitos ainda apostam no esvaziamento da sessão. Parte dos peemedebistas analisa a alternativa de sequer comparecer à Câmara no próximo dia 12 — para Cunha ser cassado, é necessária maioria simples do plenário da Casa, ou seja, 257 votos dentre 513 deputados. Outros defendem que basta se abster, sob o argumento de que estariam impedidos de julgar o aliado. Poucos são aqueles que garantem que estarão presentes à sessão e que se dizem decididos a condenar o deputado afastado à perda do mandato.

Leia a notícia na íntegra no site do jornal O Globo

Fonte: O Globo

Nenhum comentário