TSE detecta fraudes em mais de 200 mil doações de campanha

Publicado em 06/10/2016 08:25
74 exibições

Técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) detectaram indícios de irregularidades em 200.011 doações eleitorais até agora – totalizando 659.364.470,23. A inspeção verificou 37.888 doadores inscritos no Bolsa Família, 55.670 doadores desempregados, 24.646 doadores cuja conhecida é incompatível com o valor doado, 43.382 casos de concentração de doadores em uma mesma empresa e 14.510 doadores sócios de empresas que recebem recursos da administração pública. Outros 250 mortos aparecem como doadores de campanha, segundo o levantamento.

Ao todo, os beneficiários do Bolsa Família ‘doaram’ 36,9 milhões reais. Já os desempregados, 84,2 milhões de reais. Aqueles cuja renda não comporta o valor destinado a campanhas somam 207,1 milhões de reais em doações. Doadores que trabalham na mesma empresa destinaram 90,7 milhões reais a candidatos e empresários, 187,2 milhões de reais. Apenas um cadastrado no Bolsa Família doou 1,2 milhão de reais. Para se ter uma ideia, só podem receber o benefício (que chega a 195 reais) famílias com renda até 170 reais por pessoa. Ainda segundo o TSE, o segundo maior empregador privado na área de educação superior do país e onze de seus empregados injetaram 616 mil reais na campanha eleitoral.

Leia a notícia na íntegra no site da Veja

Fonte: Veja

Nenhum comentário