Força-tarefa da Lava Jato ameaça renúncia coletiva caso novo projeto anticorrupção seja sancionado por Temer

Publicado em 30/11/2016 15:37
368 exibições
Para o procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, ficou 'claro' com a nova proposta aprovada pela Câmara durante a madrugada que a 'continuidade de qualquer investigação sobre poderosos, parlamentares, políticos cria um risco pessoal para os procuradores'

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Operação Lava Jato, afirmou nesta quarta-feira, 30, que caso o novo projeto anticorrupção aprovado pelo plenário da Câmara seja sancionado pelo presidente Michel Temer, a ‘proposta é de renunciar coletivamente’. Deputados aprovaram na madrugada pelo menos 11 mudanças no texto do projeto de medidas de combate à corrupção que tinha sido aprovado na comissão especial, na semana passada.

Leia a notícia na íntegra no Estadão 

Fonte: Estadão

0 comentário