FOLHA: Temer desiste de militar para a chefia da Funai, mas o nomeia em diretoria

Publicado em 12/01/2017 17:53
201 exibições
na FOLHA DE S. PAULO

O presidente Michel Temer escolheu o especialista em saúde indígena Antonio Fernandes Toninho Costa para comandar a Funai (Fundação Nacional do Índio).

A indicação, que será publicada na edição desta sexta-feira (13) do "Diário Oficial da União", encerra uma disputa entre o governo federal e as comunidades indígenas pelo cargo.

Sob pressão, o Palácio do Planalto desistiu de nomear um militar para o posto e optou por um técnico com histórico em defesa dos direitos indígenas.

Como mostrou a Folha em julho e agosto, o PSC indicou dois nomes para o cargo. O primeiro indicado foi o general da reserva do Exército Sebastião Roberto Peternelli Júnior.

Em uma página na internet em março, Peternelli postou uma imagem em homenagem ao golpe militar de 1964: "52 anos que o Brasil foi livre do maldito comunismo. Viva nossos bravos militares! O Brasil nunca vai ser comunista".

A indicação foi recebida com protesto por comunidades indígenas, o que levou o governo federal a desistir e a adiar a escolha.

segundo nome indicado pelo PSC foi o do general Franklimberg Ribeiro de Freitas.

Ele agora substitui o funcionário de carreira, antropólogo e ex-presidente do órgão em 2002 Artur Nobre Mendes no cargo de diretor de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável da fundação.

A diretoria é estratégica nas atividades da Funai e ouvida em temas diversos nos processos administrativos, como mineração e gestão ambiental. Em 2012, foram criadas cinco coordenações vinculadas à diretoria, uma das quais, segundo a fundação, "voltada para a análise de viabilidade e de impactos do componente indígena dos processos de licenciamento ambiental de empreendimentos que tenham povos e/ou terras indígenas em sua área de influência".

Na época em que o nome de Freitas era cogitado para a presidência, o general era assessor de relações institucionais do CMA (Comando Militar da Amazônia), sediado em Manaus (AM). Líderes indígenas e indigenistas consultados na época reagiram negativamente à indicação, dizendo que ele era desconhecido no meio indigenista e não teria credenciais para comandar a Funai.

O PSC vendia a ideia de que era indígena, mas o próprio militar explicou na época: "Não sou índio, sou de origem indígena. Minha mãe, avó e bisavó eram indígenas".

Fonte: Folha de S. Paulo

1 comentário

  • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

    "Em uma página na internet em março, Peternelli postou uma imagem em homenagem ao golpe militar de 1964: "52 anos que o Brasil foi livre do maldito comunismo. Viva nossos bravos militares! O Brasil nunca vai ser comunista".

    A indicação foi recebida com protesto por comunidades indígenas, o que levou o governo federal a desistir e a adiar a escolha."

    RESUMINDO, OS INDIOS QUEREM E SÃO FERRAMENTAS DA IMPLATAÇÃO DO COMUNISMO NO PAÍS.

    0
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Excelente comentário Guilherme, os indios foram doutrinados por entidades como Cimi, Funai, todas recebendo caminhões de dinheiro público. Por isso digo sempre que a FPA é conivente ou cúmplice. Esses politicos vagabundos brigam por cargos não para atender a sociedade, mas para, ou fortalecer determinados grupos no poder usando muito dinheiro público, ou somente pelo roubo desse mesmo dinheiro.

      0
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. Rodrigo, li hoje uma noticia que o atual presidente da Câmara dos Deputados está fazendo uma "composição" com o PT. No caso a "mercadoria" negociada é a 1ª Secretaria da casa, cujo poder é gerir R$ 5,2 bilhões/ano, mas o "senhor" Rodrigo disse que não vai dar o poder de gerir esse dinheiro. Ocorre que ainda sobram "muuuiiitos" cargos comissionados, que é o melhor dos alimentos para essa cambada de imprestáveis. Agora, surge a pergunta: Porque o Rodrigo Maia está fazendo isso? ... Porque quer se reeleger Presidente da Câmara. ... Veja que esse sistema é o pior dos mundos... Privilegia as piores mentes da política. ... Analisem o que está acontecendo nas suas cidades, com a recente diplomação dos "nobres" Edis municipais ... ESTÁ TUDO DOMINADO !!! A "SUJEIRA" TOMOU CONTA !!!

      0
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Rensi, saiu uma noticia agora a pouco que o senador do MT, José Medeiros vai se candidatar a presidencia do senado para evitar que Eunicio Oliveira assuma a presidencia da casa. A militância já está apoiando firmemente o nobre senador do MT, seria muito bom se afastassem os pmdebistas do grupo de Renan Calheiros do comando da casa.

      0
    • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

      eu só não acredite de forma nenhuma que alguem adere a uma causa pura inocentemente Rodrigo, os inidos aceitaram a doutrinação pois são tão malandros quanto o pessoal dessas ong's e politicos corruPTos. O que varia é o grau de malandragem e tipo de pessoa... Malandros que comandam e que são comandados, mas no fim são todos malandros. Como aquele ditado: "ladrão é ladrão, o que rouba 1 ou 1 milhão"

      0