Esquema de Cabral envolvia também concessionárias de carros, diz PF

Publicado em 02/02/2017 12:13
153 exibições

A Operação Mascate, nova fase da Calicute, que levou à prisão o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB), revelou que o esquema do peemedebista também envolveria concessionárias de veículos no Estado. Segundo a Polícia Federal, o operador Ary Ferreira da Costa Filho, conhecido como ‘Arizinho’ e alvo de um mandado de prisão preventiva, utilizava concessionárias de sua família para lavar dinheiro de propina.

As investigações apontam que teriam sido lavados ao menos R$ 10 milhões por meio de diversos contratos de fachada e compras de imóveis ao longo de oito anos. Desta quantia, R$ 8 milhões teriam sido destinados ao ex-governador, segundo investigadores.

Leia a notícia na íntegra no site do Estadão

Fonte: Estadão

0 comentário