Planalto coloca Huck no radar e pressiona aliados

Publicado em 13/02/2018 13:01 e atualizado em 13/02/2018 13:38
199 exibições

BRASÍLIA - Sem expectativa de manter a unidade dos partidos aliados na eleição, o Palácio do Planalto mudou a estratégia e passou a elogiar o apresentador Luciano Huck, sob o argumento de que ele pode até mesmo ter o apoio do MDB, se for candidato à cadeira do presidente Michel Temer. O movimento foi calculado para reagir às articulações do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na tentativa de mostrar que o MDB pode desequilibrar o jogo.

Leia a notícia na íntegra no site do Estadão

Fonte: Estadão

Nenhum comentário