Partido da vice de Alckmin, PP anuncia neutralidade no 2º turno

Publicado em 09/10/2018 11:15
120 exibições

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - O PP, partido da candidata a vice-presidente na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB), a senadora Ana Amélia, divulgou nesta terça-feira comunicado do presidente da legenda, senador reeleito Ciro Nogueira, no qual anuncia que adotará uma posição de neutralidade na disputa presidencial de segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Segundo o comunicado do partido, o eleitor "claramente enviou um recado ao país" no contexto das eleições presidenciais, e quer "tomar sua decisão sem que qualquer outro aspecto, que não os candidatos, sejam levados em consideração como critério de escolha".

Isso significa, segundo o partido, que o eleitor quer "o silêncio e o palco vazio de qualquer ruído ou informação que interfira na sua reflexão sobre qual candidato escolher".

"Tendo a clara compreensão dessas circunstâncias especiais que vivem a política e o país, o Progressistas (PP) adotará uma postura de absoluta isenção e neutralidade no segundo turno das eleições presidenciais", disse o partido.

A legenda afirmou que estará disposta a "colaborar com o futuro governo em todas as agendas coerentes e resolutivas que sejam capazes de enfrentar e encaminhar a solução para os grandes problemas que o país precisa solucionar".

O PP indicou Ana Amélia para ser vice de Alckmin embora diversas lideranças partidárias, como o próprio Ciro Nogueira, tenham feito campanha para Haddad, e outras para Bolsonaro.

Na segunda-feira, Ana Amélia anunciou publicamente que vai apoiar Bolsonaro no segundo turno, assim como o PP do Rio Grande do Sul.

Na nota assinada pelo presidente do partido, o PP destacou o fato de ter eleito 70 deputados estaduais e 37 deputados federais, o que, segundo a legenda, a torna "forte porta-voz, na Câmara dos Deputados, de um conjunto de princípios e ideias com o qual temos compromissos indeclináveis".

(Por Ricardo Brito)

Fonte: Reuters

Nenhum comentário