Ibovespa amplia perdas com forte recuo em NY e cenário eleitoral no radar

Publicado em 10/10/2018 15:45
103 exibições

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa acentuou as perdas na tarde desta quarta-feira, tocando a mínima da sessão, com o forte declínio em Wall Street adicionado pressão sobre as ações brasileiras, já afetadas pelo desconforto causado por declarações do candidato à Presidência do PSL, Jair Bolsonaro, sobre temas econômicos do país.

Às 15:37, o Ibovespa caía 2,28 por cento, a 84.121,61 pontos, perto da mínima da sessão, de 83.891,22 pontos. O volume financeiro somava 10,8 bilhões de reais.

Em Nova York, a alta dos rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA e preocupações sobre o comércio enfraqueciam o apetite a risco, com ações de tecnologia entre as maiores pressões de baixa. O S&P 500 recuava 2 por cento.

Do front local, Bolsonaro afirmou na véspera ser contrário à privatização de ativos na área de geração de energia elétrica, assim como gostaria de manter "miolo" da Petrobras, ao mesmo tempo em que disse acreditar que a proposta da Previdência "dificilmente vai ser aprovada" como está.

Investidores também estão na expectativa de divulgação de pesquisa Datafolha no começo da noite, primeira sondagem sobre a preferência dos eleitores para o segundo turno da eleição presidencial, em que Bolsonaro enfrentará o petista Fernando Haddad (PT).

(Por Paula Arend Laier)

Fonte: Reuters

1 comentário

  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    Data folha? Por favor...vou antecipar. Hadad tecnicamente empatado com Bolsonaro.

    15