Fazenda em MT é condenada a pagar R$ 6 milhões por trabalho análogo a de escravo

Publicado em 15/10/2018 07:53
539 exibições

A Justiça do Trabalho condenou a Fazendas Reunidas – Santa Laura de Vicuña, localizada no município de Nova Santa Helena, norte de Mato Grosso, a pagar 6 milhões de reais por dano moral coletivo por submeter dezenas de trabalhadores a condições análogas a de escravo. As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa do Tribunal Regional do Trabalho. 

A condenação inclui, além da propriedade rural onde 23 pessoas foram resgatadas pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho em julho de 2017, outras duas empresas e sete integrantes da mesma família.

Ainda conforme o TRT, este foi o quinto resgate de trabalhadores em propriedades do mesmo grupo familiar. Os anteriores ocorreram na Fazenda Vale do Juruena e na Fazenda Santa Luzia, situadas no município de Nova Bandeirantes, no extremo norte mato-grossense. As cinco fiscalizações resultaram em 324 trabalhadores resgatados, conforme dados do Ministério de Trabalho e Emprego.

Leia a notícia na íntegra no site Olhar Direto.

Fonte: Olhar Direto

1 comentário

  • Reginaldo Travassos Lucas do Rio Verde - MT

    Infelizmente quem conhece o procedimento dessas fiscalizações sabe que o espetáculo é muito maior que os resultados. Triste viver com o descrédito das autoridades.

    0