Pedro Parente negocia com MPF, CGU e PGR acordo de leniência da BRF

Publicado em 17/10/2018 18:17
248 exibições

SÃO PAULO E BRASÍLIA - A companhia de alimentos BRF está em fase inicial de negociação de um acordo de leniência com o Ministério Público Federal (MPF), o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e a Procuradoria-Geral da República (PGR). Pedro Parente, presidente da empresa, teria atuado pessoalmente em sondagens com a CGU, conforme apurou o Estadão/Broadcast.

Uma fonte próxima à BRF informou que "é de interesse máximo da administração colaborar com as investigações feitas pelas autoridades e esclarecer todos os fatos apontados pelo relatório", em referência ao documento final da Operação Trapaça, concluído pela Polícia Federal na última segunda-feira (15). Desdobramento da Carne Fraca, a investigação apura fraudes que teriam sido cometidas por funcionários e executivos da empresa. Ao todo, a PF indiciou 43 pessoas, dentre elas o empresário Abilio Diniz, ex-presidente do conselho de administração da BRF, e Pedro Faria, ex-presidente executivo global.

Leia a notícia na íntegra no site do Estadão.

Fonte: Estadão

1 comentário

  • Dalzir Vitoria Uberlândia - MG

    Esta ai um profissional competente...fez um trabalho excelente na Petrobras..não se curvou a politicagem e populismo e desde que assumiu a Brf vem passo passo equacionando os problemas e resolvendo os...e uma fabrica de dinheiro este tipo de empresa quando bem gerenciada...tenho quase 10 anos de seara..atuando gerenciamento de sistema integrado de suínos..quase quinze perdigão comandando a logística e transportes..

    24