Moro aceita convite de Bolsonaro para Ministério da Justiça e promete forte agenda anticorrupção

Publicado em 01/11/2018 11:52 e atualizado em 04/11/2018 11:14
4102 exibições

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O juiz federal Sérgio Moro anunciou nesta quinta-feira que aceitou convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Justiça no novo governo e disse que pretende implementar uma "forte agenda anticorrupção".

"Após reunião pessoal na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite", disse Moro em nota pouco depois de se reunir com o presidente eleito para discutir a oferta feita pelo futuro chefe do Executivo.

"Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito à Constituição, à lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão", acrescentou o juiz, que esteve com Bolsonaro nesta manhã na casa dele, no Rio de Janeiro.

Principal responsável pela operação Lava Jato, Moro disse que vai se afastar de novas audiências no âmbito da operação "para evitar controvérsias desnecessárias", mas declarou que a Lava Jato seguirá em Curitiba sob comando de outros juízes.

O magistrado viajou de Curitiba para o Rio nesta manhã para se reunir com Bolsonaro. Em breve entrevista durante o voo, Moro disse que entender que o país "precisa de uma agenda anticorrupção e uma agenda anticrime organizado", e que aceitaria o cargo se ficasse clara a possibilidade de implementação dessa agenda e convergência de ideias com Bolsonaro.

De acordo com uma fonte com conhecimento do assunto, Moro já estava decidido a aceitar e só esperava a garantia formal do próprio presidente eleito com as condições pedidas por ele para assumir o cargo: o comprometimento do governo com a aprovação das 10 medidas contra a corrupção preparadas pelo Ministério Público e a ampliação dos poderes do Ministério da Justiça.

Moro quer que o ministério volte a ser integrado com a segurança pública e passe a abarcar também o Ministério da Transparência, que inclui a Corregedoria-Geral da União. As condições já teriam sido conversadas com a equipe de Bolsonaro antes do encontro entre os dois.

Na Justiça Federal em Curitiba será aberto um processo interno para substituir Moro entre os juízes federais que se candidatarem à vaga, com prioridade para o juiz mais antigo. A informação é que os investigações e processos da Lava Jato não seriam redistribuídos, mas permaneceriam na mesma vara, só que com um novo responsável.

Moro se tornou um símbolo mundial no combate à corrupção em razão da Lava Jato, e foi quem condenou e decretou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Nota divulgada pelo juiz Sérgio Moro

Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justica e da Seguranca Publica na proxima gestao. Apos reuniao pessoal na qual foram discutidas politicas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a pespectiva de implementar uma forte agenda anticorrupcao e anticrime organizado, com respeito a Constituicao, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisao. Na pratica, significa consolidar os avancos contra o crime e a corrupcao dos ultimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. A Operacao Lava Jato seguira em Curitiba com os valorosos juizes locais. De todo modo, para evitar controversias desnecessarias, devo desde logo afastar-me de novas audiencias. Na proxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes.

Curitiba, 01 de novembro de 2018.

Sergio Fernando Moro.

Bolsonaro diz que agenda anticorrupção de Moro será norte do governo

(Reuters) - O presidente eleito Jair Bolsonaro disse, nesta quinta-feira, que a agenda anticorrupção e anticrime organizado de Sérgio Moro será o norte de seu governo, após confirmar que o juiz federal aceitou convite para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública da próxima gestão.

"O juiz federal Sérgio Moro aceitou nosso convite para o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sua agenda anticorrupção, anticrime organizado, bem como respeito à Constituição e às leis, será o nosso norte", escreveu Bolsonaro em publicação no Twitter.

Pouco antes, o próprio Moro anunciou, em nota, que tinha aceito o convite de Bolsonaro para assumir o Ministério da Justiça no novo governo e disse que pretende implementar uma "forte agenda anticorrupção".

Moro diz adeus à Lava Jato e nem vai interrogar Lula no dia 14 (ESTADÃO)

Juiz federal Sérgio Moro. FOTO: RAFAEL MARCHANTE/REUTERS

O juiz Sérgio Moro informou nesta quinta, 1, em nota oficial, que já está deixando a Operação Lava Jato. Como aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para assumir o superministério da Justiça, Moro comunicou publicamente que ‘para evitar controvérsias desnecessárias, desde logo afasta-se de novas audiências’. No próximo dia 14, o ex-presidente Lula iria ser interrogado por Moro no processo sobre o sítio de Atibaia – o petista é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. A audiência, agora, deverá ser realizada pela substituta de Moro, a juíza Gabriela Hardt.

Na nota, Moro destaca que ‘a Operação Lava Jato seguirá em Curitiba com os valorosos juízes locais’.
Moro conduziu a Lava Jato desde o início da grande operação, deflagrada em sua fase ostensiva em março de 2014, levando à condenação de políticos, empreiteiros, doleiros e administradores da Petrobrás.

Sobre o convite de Bolsonaro, que aceitou após reunião na manhã desta quinta, 1, Moro anotou. “Fui convidado pelo sr. presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal na qual foram discutidas politicas para a pasta, aceitei o honrado convite.”

Moro deixa a toga após mais de duas décadas de carreira, mas se dizendo entristecido. “Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura.”

O juiz revelou o que o levou a tomar a decisão. “A perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito à Constituição, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão.”

“Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior.”

Gabriela Hardt seria responsável pela 13ª Vara Federal de Curitiba

A magistrada já substituiu Moro em outras ocasiões. Em uma delas, quando o juiz viajou para fora do país em maio, ela mandou prender o ex-ministro José Dirceu — que, na sequência, conseguiu um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF).

Gabriela Hardt

A juíza Gabriela Hardt assume processos de Moro.

O superministro no STF

Os ministros do STF sempre trataram Sergio Moro como um juizinho impertinente, que cedo ou tarde seria punido e afastado da Lava Jato.

Vai ser curioso testemunhar a transformação dessa gente diante do superministro.

VÍDEO: A chegada de Moro

Vizinhos de Jair Bolsonaro na Barra da Tijuca registraram o momento em que Sergio Morou chegou à casa do presidente eleito:

No G1: Moro aceita convite para ser ministro da Justiça e diz que vai se afastar de audiências da Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro aceitou nesta quinta-feira (1º) o convite do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), para ser o ministro da Justiça do novo governo.

A confirmação veio por meio de uma nota, divulgada por Moro, após uma reunião na casa de Bolsonaro, na Barra da Tijuca.

Pouco antes de a nota ser divulgada, um assessor do presidente eleito já havia confirmado para o blog que Moro aceitou o convite.

Leia a notícia na íntegra no site do G1.

Jair Bolsonaro fala sobre Sergio Moro

Jair Bolsonaro falou no YouTube sobre o superministério de Sergio Moro:

Fonte: Estadão + O Antagonista

2 comentários

  • EBS FERTILIZANTES Itanhanga - MT

    Melhor do que o Brasil fazer um gol é marcar no placar um avanço contra a corrupção violenta que assola nosso País. Melhor do que ganhar uma copa do mundo é ter ministros que não negociam com a lei, as pratica - diferente de anteriormente, quando ministros tinham que ser corruptos também para não 'dedar' a podridão do sistema. Depois de tanto tempo, está voltando a dar o gosto de expressar: "Orgulho de ser Brasileiro"! Brasil sil sil!

    1
    • FRANCISCO LOPESCAMBÉ - PR

      QUE JEOVÁ DEUS abençoe o nosso presidente e também o juiz Sérgio Moro. Queremos um Brasil passado a limpo, como tolerância zero para a corrupção e também para a ideologia de gênero nas escolas, com prioridade 100% para a educação, à saúde e a restauração de nossos princípios, valores morais e patrióticos. PRA FRENTE BRASIL... ESTOU VOLTANDO A TER ORGULHO DE SER BRASILEIRO.

      1
    • MARCO ANTONIO STAHLSCHMIDTARAQUARI - SC

      ...aqui na bela e santa catarina, onde sergio fernando moro vem descansar na praia de itapema, e tomar o bom vinho tinto portugues alentejano ´´ bom juiz´´ da vinicula carmim. ja´se ouvia dizer da vontade de sair da lava-jato. afinal, sao quatro anos de sofrimento, sem prazo para terminar.....

      0
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Caro Marco..realmente a Catarina e santa e bela..quando moleque na década de 70 passei no concurso para tecnico agrícola ai na sua cidade e em camboriú..sua cidade a época só era mais bonita que minha terra natal no alto vale do Itajaí...kkkk

      1
  • Nunes Nunes Washington Aracaju - SE

    Parabéns pela conquista! Você alcançou um dos seus objetivos, mas ainda há muito pela frente... O caminho não termina aqui, continue trilhando seu caminho com muita dedicação e esforço, para alcançar outros objetivos!

    1
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Gostaria de saber...qual a postura do Moro com relação a FUNAI??? invasão de terras?? direito à propriedade? reintegração de posse???

      17
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Senhores...algum pucha saco do bolsonaro se habilita a escrever ...qual a postura do juiz Sergio Morro com relação a FUNAI...INVASAO DE TERRAS...REINTEGRACAO DE POSSE..DIREITO A PROPRIEDADE????João Batista..

      7
    • EDMILSON JOSE ZABOTTPALOTINA - PR

      Dalzir , é só você aguardar ele assumir o a Pasta e juntamente com o Presidente Bolsonaro irão tomar as atitudes que se fizerem necessários. Não é você que eles irão Consultar.

      0
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Caro Edmilsom sua visão da porteira pra fora e cega...como você e chegado no homi que já mijou pra trás por pressão externa do pais no caso do ministério...responda como o ministro da justiça vê os assuntos...FUNAI..reintegração de posse...invasão de terras ...direito a propriedade...já imaginou agir como esquerda...e ai..como fica??? Responda como o moro pensa sobre os assuntos...

      8
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Sr. Dalzir, segundo dizem, o governo Bolsonaro tem viés ideológico liberal conservador... ... Subentende-se que o tripé DIREITO À VIDA, LIBERDADE, PROPRIEDADE é a base que move todas as ações de um governo dito Liberal. ... Então, se acalme... ESSE É O CAMINHO ...

      0
    • EDMILSON JOSE ZABOTTPALOTINA - PR

      Dalzir , ontem o Presidente falou .... Quem vai indicar os Ministros é o Bolsonaro ... Para um bom entendedor meias Palavras bastam.... Só pra você isso não vale ... Mas fique tranquilo , você não vai ser chamado para nenhum ministério...

      1
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Caro Rensi...depois de fazer feio com o ari couto..você continua a viajar na maionese e fazer ilações de quem quer enrolar e não se comprometer...veja suas palavras...segundo dizem...quem diz???subetendendebse...ora sub entender nao e claro...interpretação sua..então de claro e certo não tem nada...seja objetivo...não fuja da objetividade..seja claro.. Portanto poderia me responder...como o moro pensa a respeito de...invasão de terras...FUNAI..direito a propriedade.. Reintegração de posse... Se nao sabe...subentender e segundo... E melhor ficar quieto...mas se souber informe eu gostaria de saber mas a verdade..o real..sem segundo e sem subentender..

      9
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Vai responder...ou fez ilações... Subtendo viajar na maionese..

      2