Substituta de Moro nega pedido de adiamento da audiência sobre sítio de Atibaia

Publicado em 05/11/2018 15:24 e atualizado em 05/11/2018 16:17
844 exibições

O Antagonista: Gabriela Hardt já mostra a que veio

Gabriela Hardt acaba de negar pedido de Cristiano Zanin para adiamento da audiência de hoje, na ação penal da reforma do sítio de Atibaia.

Zanin alegou que o MPF não teria juntado o acordo de delação de Carlos Pachoal, executivo da Odebrecht. Mas Gabriela mostrou-lhe que o acordo estava nos autos.

O pedido, é claro, foi negado. A juíza também ressaltou que vai manter todas as audiências já designadas anteriormente por Sergio Moro.

Coitado do Zanin.

Moro no ministério e Lula na cadeia

Lula foi condenado pelo apartamento no Guarujá dois meses depois de seu depoimento a Sergio Moro.

Se a juíza Gabriela Hardt mantiver o mesmo ritmo, Lula será condenado pela reforma do sítio de Atibaia em meados de janeiro, quando Sergio Moro já estará no ministério de Jair Bolsonaro.

No G1: Com saída de Moro, juíza Gabriela Hardt interroga réus do processo do sítio de Atibaia

Com a saída de Sérgio Moro, a juíza substituta Gabriela Hardtinterroga, na tarde desta segunda-feira (5), dois réus do processo do sítio de Atibaia, no qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também é réu, segundo apurou a RPC, afiliada da TV Globo no Paraná.

Moro, que era o responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância, afastou-se das atividades de juiz federal depois que aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o futuro ministério da Justiça e Segurança Pública.

Hardt, que voltou de férias neste fim de semana, interroga Carlos Armando Guedes Paschoal, ex-diretor da Odebrecht, e Emyr Diniz Costa Junior, ex-engenheiro e delator da empreiteira, na tarde desta segunda-feira.

Leia a notícia na íntegra no site do G1

Fonte: O Antagonista + G1

Nenhum comentário