No Estadão: Impugnados, Lula e 1,2 mil candidatos terão que devolver R$ 38,7 milhões

Publicado em 12/11/2018 13:14
198 exibições

Candidaturas impugnadas nas eleições 2018 receberam um total de R$ 38,7 milhões do fundo eleitoral e de doações oficiais. O valor, pelas regras da justiça eleitoral, terá de ser devolvido. A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve sua candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi responsável por R$ 20 milhões do total.

Os valores foram arrecadados antes da confirmação de Fernando Haddad na cabeça da chapa presidencial. A campanha de Lula declarou ter gastado R$ 19,7 milhões dos valores recebidos.

Outros 1,2 mil candidatos incorreram na mesma irregularidade. As prestações de contas entregues à justiça mostram que os candidatos impedidos gastaram R$ 36,3 milhões - ou seja, há ainda R$ 2,4 milhões que repassados, mas não gastos.

Leia a notícia na íntegra no site do Estadão.

Fonte: Estadão

Nenhum comentário