Apoio do PSL a Maia é decisão do PSL, não de Bolsonaro, diz Ramalho

Publicado em 07/01/2019 18:37
98 exibições

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - Atual vice-presidente da Câmara, o deputado Fábio Ramalho (MDB-MG) esteve nesta segunda-feira com o presidente Jair Bolsonaro em uma audiência e reafirmou sua candidatura à presidência da Casa como um nome "independente", afirmando ter ouvido de Bolsonaro que o apoio do PSL, partido do presidente, a Rodrigo Maia (DEM-RJ) é uma decisão da legenda, não sua.

"Ele falou que não vai fazer nenhuma interferência e que o apoio do PSL não é dele", disse Ramalho.

O deputado tenta se colocar como uma alternativa a Maia, atual presidente da Câmara e que já reúne hoje o apoio formal de seis partidos. Popular entre os parlamentares chamados de baixo clero --sem tanta expressão na Casa--, Ramalho diz trabalhar diretamente com os deputados, não com partidos.

"Sou candidato de uma Câmara independente e forte. Estou buscando o apoio formal de cada deputado", disse. "Ninguém me apoiou (na candidatura à vice-presidência) e eu venci. Porque procurei cada parlamentar."

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Fonte: Reuters

Nenhum comentário