Bradesco reestrutura diretorias para impulsionar receita

Publicado em 14/01/2019 12:40
69 exibições

LOGO REUTERS

Por Carolina Mandl

SÃO PAULO (Reuters) - Em sua primeira grande reestruturação desde que assumiu o comando do Bradesco, o presidente-executivo, Octavio de Lazari, reduziu o número de vice-presidências da instituição financeira, como parte de um plano para impulsionar a receita.

O segundo maior banco privado do Brasil anunciou nesta segunda-feira redução de seis para quatro no número de vice-presidências executivas, com Josué Augusto Pancini e Mauricio Machado de Minas deixando suas posições, mas mantendo-se como membros do conselho de administração.

As novas diretorias estarão concentradas nas áreas de varejo, alta renda e atacado, enquanto uma nova vice-presidência vai abarcar todas as três unidades de negócios, abrigando as áreas de infraestrutura, tecnologia da informação e recursos humanos.

As mudanças foram anunciadas quase um ano depois de Lazari assumir a presidência-executiva do Bradesco, com o objetivo de aumentar a receita por cliente.

Eurico Ramos Fabri, Cassiano Ricardo Scarpelli e Marcelo de Araújo Noronha continuarão supervisionando as áreas de varejo, alta renda e atacado, respectivamente. André Cano, ficará com a diretoria de infraestrutura, TI e RH, além das áreas pelas quais já respondia, como compliance e jurídico.

Os quatro vice-presidente terão maiores atribuições. A decisão do Bradesco é semelhante à tomada pelo Itaú Unibanco, em 2015.

O Bradesco também informou que Leandro Miranda, diretor-gerente da área de banco de investimento, será promovido para supervisionar a área de relações com investidores. Henrique Lima vai assumir a posição de Miranda no Bradesco BBI.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário