Chanceler argentino diz que acordo entre Mercosul e UE está perto de ser fechado

Publicado em 16/01/2019 14:01
47 exibições

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro de Relaciones Exteriores de Argentina, Jorge Faurie, afirmou nesta quarta-feira que o acordo entre o Mercosul e a União Europeia está muito próximo de ser fechado, em rápida declaração à imprensa no Palácio do Planalto, durante visita do presidente Argentino, Mauricio Macri.

“Estamos trabalhando para fechar em conjunto as negociações entre Mercosul e União Europeia que estão em fase final”, disse.

O ministro argentino disse que é preciso continuar trabalhando em outros temas e citou como prioridade o Mercosul. Segundo ele, Brasil e Argentina estão trabalhando e comprometidos com a situação da Venezuela.

Mais cedo, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que membros do governo brasileiro e argentino debateram nesta quarta-feira um "novo olhar" para o Mercosul, em meio a discussões que seguem em curso sobre eventuais flexibilizações no bloco sul-americano.

A reunião ocorreu no Ministério da Economia, com a presença do chefe da pasta, Paulo Guedes, e demais membros da equipe econômica, além de seus pares do país vizinho, como os ministros argentinos da Fazenda, Nicolás Dujovne, e da Produção e Trabalho, Dante Sica.

VENEZUELA

Em linha com as declarações do presidente Maurício Macri, Jorge Faurie disse que o único poder constituído na Venezuela é a Assembleia Nacional. Questionado se Maduro tem de sair, ele afirmou que o povo venezuelano tem que decidir.

"Não posso me colocar como porta-voz do presidente brasileiro, mas há uma coincidência que queremos defender, liberdade e democracia e que Venezuela recupera sua democracia", destacou.

O chanceler argentino disse ainda que convidou Bolsonaro a visitar o país e espera que dentro dos próximos meses esse encontro seja realizado. Afirmou que houve ainda conversas sobre cooperação nuclear para fins pacíficos.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Fonte Reuters

Nenhum comentário